Categorias: Artigos

7 indies de terror que você vai querer jogar nesse ano

Há algum tempo eu comecei a acompanhar o cenário indie como um todo, ver o que estava sendo lançado no Kickstarter, seguindo os melhores projetos do Steam Greenlight e mantendo contato com alguns desenvolvedores. Os jogos de terror deste lado da indústria geralmente chamam muita atenção, talvez devido à liberdade de tentar coisas inovadoras e arriscadas que as grandes publishers não têm, e eu costumo manter o olho neles, mesmo sendo um completo cagão pra esse tipo de jogo.

Recentemente um leitor nosso (desculpa, não vou lembrar o seu nome cara) sugeriu que fizéssemos uma lista com “os melhores” indies de terror, e como não há como selecionar os melhores, já que isso vai do gosto de cada um, resolvi fazer uma lista com 7 dos jogos do gênero que estão no meu radar e que você com certeza vai querer jogar.

Alguns desses jogos estão prestes a ser lançados e outros ainda estão em desenvolvimento, mas todos merecem um minuto da sua atenção e, quem sabe, o seu amor. Vamos a eles?

7. P.A.M.E.L.A.

P.A.M.E.L.A. chama a atenção por ter uma premissa bem parecida com Bioshock e Mass Effect, tanto em enredo, quanto em gráficos e jogabilidade. No jogo você é Sleeper, que acordou de um sono criogênico (belo trocadilho) e deve descobrir o que diabos aconteceu com a utopia chamada Eden que estava inteirinha quando você foi dormir. Para isso você conta com a ajuda de PAMELA, um ser de inteligência artificial onipresente que é conectado a todo o Eden.

Seus principais inimigos serão os “afetados”, antigos cidadãos de Eden que foram completamente mudados na queda da utopia e agora a defendem de qualquer invasor. Como você deve imaginar, você é um invasor, e eles irão te atacar, ou não, já que a inteligência artificial do jogo é aleatória e faz com que os diversos tipos de afetados reajam de formas diferentes à sua presença.

O terror aqui está mais na imersão, algo que os fãs da franquia Bioshock já devem estar familiarizados. P.A.M.E.L.A. foi aprovado no Steam Greenlight e sua data de lançamento ainda não foi anunciada.

6. Kaidan

Kaidan tem uma premissa parecida com o que vimos em Damned. No jogo você escolhe entre vítima e assombrador, as vítimas devem explorar uma mansão cheia de fantasmas e tentar sobreviver pelo maior tempo possível, já o assombrador deve espalhar armadilhas pela casa, perseguir e assustar os outros jogadores.

O grande diferencial está na criação da história, pois quem a cria é um jogador a parte que controlará o jogo usando a ferramenta chamada Kaidan System. É possível mudar puzzles, armadilhas, modificar toda a propriedade onde a aventura se situará e jogar as vítimas e o assombrador dentro dela para que cumpram seus objetivos. A história principal ainda pode ter diversos finais, que só acontecerão se as vítimas cheguem até o fim vivas, é claro.

O que podemos ver no trailer é um jogo focado completamente na imersão, tanto quando se é vítima como quando somos o fantasma. Este é um título muito promissor e tudo o que podemos fazer é ficar na torcida para que a sua campanha no Kickstarter atinja a meta de $75,000.

5. Routine

Routine é um fps de terror situado numa base lunar abandonada. Seu trabalho é coletar dados e descobrir a verdade por trás do estranho desaparecimento de todos os humanos da base. O jogo contará com uma história não-linear e diversos finais, dependendo das escolhas que você faça durante a campanha.

Um dos diferenciais do jogo é o estilo mais “realista” do gameplay que não apresentará HUD, barras de vida ou qualquer outra pontuação e ainda terá zona morta na mira, tudo em nome da imersão. O Perma Death é com certeza o principal detalhe, que pode afastar muitos jogadores, mas que chama atenção dos verdadeiros amantes de desafios.

Apesar de ter sofrido críticas devido a demora no desenvolvimento, a Lunar Software segue trabalhando nele e parece ter enfrentado diversos problemas que ainda são comuns entre os desenvolvedores independentes. Esperamos que eles consigam superá-los e lancem Routine o quanto antes.

4. Perception

Ainda tenho dúvidas se Perception não é o meu top 1 entre os jogos mais aguardados do ano, mas independente da posição, ele merece estar aqui. Criado por desenvolvedores veteranos de jogos como Bioshock e Dead Space, o game apresenta um dos estilos de jogo mais inusitados, originais e sensacionais que veremos. Nele seremos uma garota cega chamada Cassie que tentará desvendar os mistérios de uma casa onde habitam seres que desejam roubar seus sonhos.

Cassie “enxerga” através do som que sua bengala faz ao tocar o chão, já que neste momento tudo se ilumina mostrando o trabalho visual sensacional que vem sendo feito no jogo. Apesar desta iluminação, o principal destaque do jogo é o som, que nos guiará pelas salas escuras da casa e nos alertará a todo momento.

Não há sinal de uma data de lançamento de Perception. O jogo foi um tremendo sucesso no Kickstarter e muita gente (inclusive eu) deve estar se remoendo de vontade de jogá-lo.

3. Friday The 13th: The Game

Friday The 13th: The Game teve uma recepção muito positiva no ano passado, quando a sua campanha no kickstarter foi iniciada, tanto que a meta foi atingida muito rapidamente e o jogo já se encontra em fase final de desenvolvimento.

Nele poderemos escolher entre ser um dos sete jovens ingênuos dos filmes de terror que vão passar uma noite no famoso Camp Crystal Lake e agora têm de sobreviver e, se possível, dar fim à ameaça de Jason Voorhees. Também poderemos jogar como o Assassino da Machete que tem como único objetivo matar todo mundo.

Você sempre pensou que os personagens dos filmes de terror só faziam coisas estúpidas? Então agora é a sua vez de provar que naquela situação você faria a coisa certa, pois o que a Gun Media promete é que em Friday The 13th: The Game estaremos literalmente dentro de um dos filmes de Jason.

Em seu site oficial, Friday The 13th: The Game já se encontra em pré-venda com o preço de [facada no peito] 60 dólares. O lançamento é esperado para outubro de 2016.

2. Outlast II

Você viu esse chegando, né? Outlast 2 é sem dúvidas um dos jogos mais esperados do ano para os fãs de terror. Tudo o que sabemos dele até agora é que não nos situaremos mais no asilo e que o jogo se passará depois dos acontecimentos em Mount Massive. Confira a sinopse dele, se ela por si só não te convencer a jogá-lo é porque este tipo de jogo não é pra você.

“Nenhum conflito é preto no branco, mas assim que a poeira baixa, os vitoriosos decidem quem estava certo e quem estava errado. Quem era o bom e quem era o ruim.

A natureza humana nos obriga a extremos de violência e de depravação, que nós então justificados por inspiração divina ou promessa de um paraíso por vir. O horror ascende do desespero e da fé cega. Outlast 2 vai testar sua fé, obrigando jogadores a irem a lugares onde ficar louco é a única maneira sã de se agir”.

Outlast 2 chega na primavera deste ano para PS4, Xbox One e PC.

1. Allison Road

O sucessor espiritual do famigerado P.T. de Silent Hills, Allison Road causou um estardalhaço quando foi anunciado e depois que vi o primeiro trailer só pude reagir de um jeito: EITA CUZÃO! Seus gráficos até nos deixam em dúvida se o que estamos vendo é um jogo ou um live action, o que é incrível para um jogo independente. A sinopse divulgada é a seguinte:

“Você assumirá o papel de um protagonista sem nome que acorda um dia sem nenhuma lembrança de eventos anteriores. Ao longo de cinco noites, o seu objetivo é descobrir o paradeiro de sua família, desvendar os mistérios da casa e enfrentar as entidades das trevas que habitam neste lugar, enquanto o relógio marca implacavelmente 3:00:00.

O que você faria se pudesse sentir algo perseguindo você no escuro na segurança de sua própria casa? E se você não pudesse dizer o que é real e o que não é?”

A atmosfera do jogo é surreal, diferente de tudo o que vi em todos os meus anos de cagaço com jogos de terror.

Allison Road atingiu a meta no Kickstarter em menos de uma semana, mas teve a campanha cancelada pois a Lilith Ltd. transferiu o projeto para a Team 17 e desde então não ouvimos mais nada sobre o jogo, mas sabemos que ele continua em desenvolvimento já que um site oficial foi colocado no ar.

Segundo informações do site, Allison Road será lançado primeiramente para PC com suporte nativo ao VR e possibilidade de lançamento para PS4 e Xbox One. O lançamento está programado para a primavera de 2016.

Estes são sem dúvida os jogos mais esperados do gênero para 2016 e continuaremos acompanhando as novidades tanto deles quanto de novos projetos que tenham algo de especial e não sigam o modelo de “andar com uma lanterna numa floresta assombrada” que vemos aos montes.

Espera algum outro jogo promissor? Não esqueça de nos contar!

Este website utiliza cookies