Categorias: Artigos

5 personagens que nunca são escolhidos nos jogos

Nós todos temos nossos personagens preferidos em jogos de luta, de esportes ou qualquer título que ofereça a opção da escolha do nosso herói. Seja porque é o que estamos acostumados a jogar, porque ele é mais rápido ou forte ou simplesmente por simpatia, sempre temos um ou outro que gostamos mais e sempre que possível, escolhemos.

Porém, também tem o outro lado né? Sempre existe aquela opção que ninguém escolhe praticamente nunca, e ele sempre fica lá mofando e pegando pó. Quem sabe a gente não para agora e tenta lembrar de alguns desses casos em alguns jogos da história aí?

Vamos começar?

Jurgen, em SSX

Eu gostava bastante dos jogos de Snowboard da EA. Mas se tinha um dos personagens que era sumariamente ignorado, era o Alemão Jurgen. Esse ostracismo foi até aceito pela EA, que não o colocou em SSX Tricky porque ele estava “com a perna quebrada”. Pra que desenvolver um personagem e animações se ninguém vai usar né? De qualquer forma, ele era o mais velho de todos os personagens disponíveis e fazia inimizade com os outros. Mal caráter mesmo.

Liu Kang, no primeiro Mortal Kombat

Tá bom, o Liu Kang é legal sim, mas não no primeiro jogo da série. Os golpes dele são completamente sem graça e o fatality dele é ridículo: uma pirueta com um gancho. O troço realmente fica legal no segundo jogo, quando a Midway (R.I.P.) resolveu fazer ele se transformar num dragão e MASTIGAR o tronco do seu oponente. Aí sim.

Morton, em Mario Kart 8

Numa franquia onde se tem Mario, Luigi, Bowser, Peach, Donkey Kong e outros, quem vai querer jogar com esse bixo? Provavelmente ele só vai ser escolhido por quem não tem o mínimo conhecimento de nada na vida ou por quem está querendo liberar a estampa dele. E mesmo assim, provavelmente vão jogar reclamando.

Natalya, em GoldenEye

Num jogo sobre um agente secreto, a lista de preferências dos jogadores é a seguinte: em primeiro lugar, o próprio James Bond, depois, os outros agentes zero-zero-alguma coisa. Depois deles, ainda estão os vilões da campanha principal. Por último, quando não há absolutamente mais ninguém pra escolher o pessoal vai lá e seleciona a programadora irritante do jogo. Mais ignorada que email do Badoo.

Zan, em Streets of Rage 3

A SEGA tinha possivelmente um bom personagem em mãos, mas acabaram cagando na finalização. Zan, que já tem um nome meio bosta, era um ciborgue, o que é bem legal. Mas eles fizeram ele velho, parecendo uma cruza bizarra do Heisenberg com o Dhalsim. Num jogo que tinha Axel, Blaze e Skate, é difícil optar pelo ciborgue geriátrico que provavelmente lutou na primeira guerra mundial.

Chegamos ao fim da lista dos personagens mais ignorados que pergunta de velho. Quem aí jogava com algum dos personagens citados? Se jogava, nos explique seu trauma de infância que resultou nessa calamidade. Até a próxima!

Este website utiliza cookies