InícioArtigos5 personagens famosos que na verdade são muito chatos

5 personagens famosos que na verdade são muito chatos

Fala, galera, tudo bom com vocês? No artigo de hoje nós vamos falar sobre personagens sem graça que fazem sucesso.

Tem certos personagens que a gente não consegue entender como são famosos, porque ou eles são chatos, ou são sem graça, ou idiotas ou simplesmente não têm nenhum motivo pra terem dado certo.

Obviamente são as minhas opiniões no vídeo mas eu não botei isso no título porque isso é tão óbvio que eu acho que eu nem deveria estar perdendo tempo explicando isso.

Enfim, vamos lá?

Link

link-01

Você já deve estar me odiando ao ter começado pelo personagem principal de The Legend of Zelda, mas, sinceramente? Link é um personagem sem expressão nenhuma num jogo que parece ser a mesma coisa sempre: vilão aparece no mundo, toma o mundo, e fica esperando num castelo até um garoto de 10 anos pegar meia dúzia de itens e ir lá chutar a bunda dele.

Exceto por Wind Waker, em nenhum outro jogo a Nintendo se prestou a desenvolver a personalidade do Link. Nós não sabemos se ele votou na Dilma ou no Aécio, se prefere Bolacha ou Biscoito, se come o quarteirão carne e queijo ou com aquele picles mandito, enfim, o Link é a Kristen Stewart dos games, sem expressão, sem desenvolvimento e fazendo sempre a mesma coisa.

Mario

mario-01

E aí, já quer me matar? Bom, vamos lá então, Mario é um encanador gordo italiano, com nome de mexicano, que pula como negro e eu não vou falar que ele pega moedas como judeu porque senão eu vou ser processado, mas isso é basicamente tudo o que ele faz nos jogos dele, além dos AH, UH, YAHU e… sinceramente? Ele é um personagem chato pra caralho.

Os jogos da franquia Mario são divertidos apesar dele, já que o personagem não consegue evitar que a princesa seja sequestrada vez após vez e muito menos perceber que o reino inteiro foi tomado pelo exército do Bowser antes disso acontecer. Eu não sei vocês, mas depois da décima terceira vez, eu teria colocado alguém pra ficar de vigia numa torre ou algo do tipo pra não ser pego de surpresa, né?

Sonic

sonic

Corre pra direita, ouriço desgraçado. Isso basicamente resume todos os jogos bons de Sonic, que deixaram de existir depois dos anos 90 porque a SEGA simplesmente não sabe o que ela quer que o mascote deles seja.

Eles já tentaram um trilhão de estilos diferentes e a verdade é que Sonic não é um personagem que se adapte bem a absolutamente nada que não seja correr pra direita, um conceito tão original nos dias de hoje quanto as piadas do finado Zorra Total.

No fim das contas, hoje em dia o Sonic é um personagem com tanta relevância quanto o Pac Man, quando não está passando vergonha nos próprios jogos fracassados, está participando de Super Smash Bros ou algum outro crossover.

Ou seja, ele é tipo a Gretchen, já fez sucesso no passado quando o que ela fazia era bem aceito, mas hoje em dia tá tão caída e arrebentada que nem o Van Dame mais encara

Kratos

4008883-game-wallpapers-kratos-god-war-wallpaper-31421

Kratos é o próximo nome da nossa lista. Por que? Oras, porque ele é um personagem com a profundidade do reservatório da Cantareira. Ele é um grego forte que um dia se fodeu, vendeu a alma pros deuses, foi enrabado por eles e se vingou. Beleza, acabou aí? Não, ele continuou se vingando, e se vingando, e se vingando, e se vingando.

Kratos é basicamente o personagem do Vin Diesel em Velozes e furiosos, mas muito mais puto da vida e que só vai terminar de se vingar da próxima vingança dele quando acabarem todos os deuses do mundo. E isso não torna ele foda, ele não é o primeiro vingador, muito menos o primeiro grego a aparecer nos jogos de videogame,

ele é só uma mulher de TPM eterna que bebeu uma piscina de testosterona e que flagrou o namorado batendo punheta pro instagram da vizinha, sendo nesse caso o namorado os deuses, e a vizinha, bem, sei lá eu quem ,mas enfim.

Entre isso e a grande vingança, ele provavelmente vai ser jogando uma vez ou duas de novo no inferno, só pra sair de lá de novo, vai provar que é capaz e quebrar os dentes de mais 10 ou 20 deuses e criaturas mitológicas durante essa jornada que se repete à exaustão.

Desmond

Assassins-Creed-Desmond-Miles

Fechando a nossa lista nós temos ele, Desmond Miles, o personagem mais chato do mundo. Eu não sei vocês, mas sinceramente, as partes fora do Animus de Assassin’s Creed são de longe as piores, mesmo comparando com as partes de barco de Assassin’s Creed 3.

Não só porque os puzzles e escaladas delas são chatas, mas também porque Miles é um bosta. Ele é um mimadão que resolveu fugir da família, pra ser sequestrado e brincar de Altarir, pra ser sequestrado novamente e brincar de Ezio umas 20x (e aí sim aprender a ser um assassino, já que com o Altair foi só aquecimento) e depois brincar de Connor (que consegue ser quase tão ruim quanto brincar de Desmond), mas enfim, ok, já entendemos, brincar com ele é um saco, e ele também é.

Desmond consegue combinar uma personalidade irritante com as piores partes do gameplay da franquia e felizmente a Ubisoft percebeu isso depois de 25 jogos, transformando as partes fora do animus em minigames de hackeamento em Assassin’s Creed 4 e Rogue e em absolutamente nada em Unity. Quem disse que a gente não aprende nada insistindo no erro? Uma hora a gente se dá conta, mesmo sendo depois da décima quinta vez.

Vídeo

Eric Arraché
Eric Arrachéhttp://criticalhits.com.br
Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.