5 ótimos jogos de 2013 que você provavelmente não jogou ainda

Fala, galera, tudo bom com vocês? 2013 foi um excelente ano para o mundo dos games. Apesar de algumas infelicidades, tivemos uma série de grandes lançamentos tanto no mercado AAA quanto no mercado de jogos indie, além da solidificação do catálogo de títulos do Wii U e da chegada do Xbox One e do PlayStation 4.

Com tanta coisa pela frente, é normal que vários de nós tenhamos perdido alguns bons lançamentos do ano passado que realmente deveriam ser jogados. Que tal aproveitarmos essas férias para nos redimirmos disso? A lista de hoje conta com alguns desses títulos.

Brothers: A Tale of Two Sons

Brothers é um jogo interessante o suficiente para despertar a sua atenção, mas talvez não o suficiente para merecer que você gaste o que o jogo pede. Com isso em mente, a Sony liberou o jogo recentemente na PlayStation Plus para o PS3.

Nele, você controla dois irmãos, um mais velho e outro mais novo com os dois analógicos do seu joystick, e deve resolver uma série de puzzles bem interessantes. O jogo começa de uma maneira simples, quase boba, e acaba tornando-se extremamente tocante e triste conforme a aventura vai passado. Aproveite que o jogo está de graça e tente, você não vai se arrepender.

Cookie Clicker

Cookie Clicker é o tipo de jogo simples, besta e mais viciante do que crack que volta e meia toma a internet de assalto. No jogo, você clica para fazer cookies e troca-os por upgrades para fazer mais cookies mais rápido. Simples assim e extremamente viciante, tanto que alguns redatores aqui do Critical, como o Vander e o Thiago, têm mais de 300 horas de jogo computadas em Cookie Clicker, gerando cookies o suficiente para alimentar a população humana por alguns milênios.

O jogo é de graça e jogável do navegador, então, caso você queira jogar, clique aqui.

Gone Home

Gone Home é o tipo de jogo que pode não te chamar a atenção de cara por não ser exatamente um jogo, mas uma aventura interativa. A aventura se passa em 1995 e você é uma pessoa que viajou para outro país e voltou pra casa para descobrir que todo mundo foi embora. Sua missão é explorar a casa e encontrar pistas do porquê as pessoas foram embora e onde elas estão.

Se você não é daquelas pessoas que só querem pegar um controle e sair pulando na cabeça de coisas ou metendo balas e tem paciência para uma aventura mais introspectiva, jogue Gone Home, você não vai se arrepender.

Mount Your Friends

Mount Your Friends é um jogo que custa praticamente nada na loja de jogos indie do Xbox 360 e vai fazer você e algum amigo darem boas risadas, como o vídeo acima gravado pelo PewDiePie mostra. No jogo, você controla vários bonecos que são movidos pelos botões do seu controle do Xbox 360, lembrando um pouco QWOP. Você controla esses bonecos para fazer uma escalada e vence quem chegar no topo primeiro, fazendo você ter que usar um pouco de estratégia para não dar ao seu adversário a vitória de graça. Perfeito para quando você seus amigos encherem o saco de jogar Fifa ou Call of Duty.

Tearaway

Tearaway é o jogo perfeito para todo mundo que tem um PlayStation Vita. Ele é um jogo simples, mas ainda assim genial, onde você vai usar de maneira inteligente (e não só porque eles estão ali) quase todos os recursos que o PS Vita tem a oferecer, como o Microfone, a tela de toque ou os painéis traseiros do portátil.

Em Tearaway, você é um boneco de papel que pode ser do sexo masculino (Iota) ou feminino (Atoi) e percorre por diversas fases para entregar uma mensagem ao jogador (referenciado no jogo como Você) e deve passar por obstáculos e inimigos no meio dessa aventura. Se vocês me permitem a comparação, esse é o Super Mario 64 do Vita, um clássico muito bem executado com dois objetivos: entreter o jogador e mostrar todo o potencial que o console tem.

Que outros jogos de 2013 vocês podem indicar aos outros leitores e que talvez eles tenham passado batidos?

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.