5 jogos que não deviam ter sido cancelados – parte 2

Queridos amigos, tudo bem? Hoje faremos mais uma parte da série dos jogos que não deviam ter sido cancelados. A primeira parte, escrita pelo Eric, pode ser lida aqui.

Vamos lá?

Gotham by Gaslight

Baseado nos quadrinhos homônimos, Gotham by Gaslight colocava o Morcego na era vitoriana, no final dos anos 1800. Desenvolvido pela Day 1 Studios, estúdio responsável por F.E.A.R., o demo acima foi criado lá por 2009 e apresentado para a THQ, que infelizmente não se interessou. A ideia era colocar Bruce Wayne atrás de Jack o Estripador numa Gptham meio Steampunk e Vitoriana. Que pena.

The Getaway 3

O impressionante vídeo acima, que mostra uma recriação praticamente perfeita de Londres, mostra o quão promissor era o terceiro jogo da série que nasceu na era do PlayStation 2. A franquia trata de um jogo de mundo aberto na Capital da Inglaterra, tratando do mundo do crime com um toque mais realista e sombrio, e não tão alegórico como GTA. Em 2008, foi anunciado que o projeto foi cancelado, mas relatos colocaram o jogo como “em espera”. Será que pode pintar um exclusivo do PS4?

inSane

Mais uma vez, a falecida THQ deu uma rasteira num projeto que parecia ter potencial. Se eu já fiquei desconfortável só com o trailer, imagina com o jogo completo. Com o ótimo nome de Guillermo del Toro, diretor de Pacific Rim e O Labirinto do Fauno, ligado ao projeto, o horror estava sendo desenvolvido pela Volition, mas foi cancelado quando a publisher faliu. O diretor chegou a afirmar que o jogo estava em desenvolvimento ainda em 2012, mas pelo jeito ele morreu mesmo, já que nada foi falado desde então.

Van Buren

Van Buren era o codinome do terceiro jogo da franquia Fallout, que inclusive teria o gameplay isométrico encontrado anteriormente, mas com gráficos mais modernos. Porém, a Interplay Entertainmente acabou demitindo os funcionários do setor de jogos de PC, cancelando o projeto. No entanto, várias ideias do projeto foram utilizados pela Bethesda quando eles compraram os direitos do single-player da franquia para criar Fallout 3, que acabou sendo em 3D mesmo.

Eight Days

A trajetória desse jogo é bem parecida com a de The Getaway 3. Ele foi anunciado como exclusivo do PS3 com uma demo bem legal, como podemos ver acima. Anos depois, ele foi dado como cancelado e, depois, como “em espera”. Tratando de uma história de mafiosos que se passaria ao longo de, obviamente, oito dias e também em oito estados diferentes dos EUA, e se basearia num relógio de verdade para designar se era noite ou dia no jogo. Os jogadores poderiam escolher entre dois personagens diferentes, que eventualmente se encontrariam. Mais um pra lista dos “tomara que volte ao desenvolvimento”. PS: é o Michal Clarke Duncan ali na foto?

Por hoje é só pessoal, alguém aí já tinha ouvido falar em algum desses jogos antes?

Leonardo Koakowski

Sonysta, Sommelier de Destiny e Cyber Atleta de final de semana de Rocket League