5 jogos em que o mundo acabou

O fim do mundo está aí, faltam apenas 48 horas para que os céus se encham de meteoros, os cavaleiros do apocalipse apareçam e nós não descobramos a verdade sobre os alienígenas que nos ajudaram no passado e que o History adora tanto falar a respeito. Vocês estão prontos? Como será que a sociedade lidaria com o fim do mundo caso ele fosse real?

Bom, o artigo de hoje é sobre jogos em que o mundo acabou, não do tipo “a humanidade foi completamente aniquilada da face da terra” mas sim jogos em que a sociedade como a conhecemos sofreu algum trauma gigantesco e teve sua cara alterada. Vocês vão entender melhor conforme formos apresentando os jogos para vocês.

1. Fallout

Fallout é um dos maiores clássicos da história dos videogames. Nele, você começa vivendo dentro de um abrigo nuclear que foi construído após uma guerra atômica entre China e Estados Unidos. A sobrevivência dos seus companheiros de Vault dependem de você, já que o chip purificador de água dela acabou estragando.

Durante o jogo, você explora um mundo pós desastre nuclear e acaba conhecendo pessoas que sobreviveram ao desastre fora desses abrigos. Algumas dessas pessoas acabaram tendo seu DNA alterado pela radiação e outras não. O jogo é marcado pela sua dificuldade, pela exploração e nos dá uma ideia bem tensa de como o mundo seria caso ele “acabasse” por essa via.

2. Enslaved

Enslaved se passa 150 anos após uma guerra que praticamente exterminou a humanidade da face da terra. Desde então, tudo o que os humanos têm feito é tentar sobreviver e fugir feito o diabo foge da cruz quando os “mechs” estão por perto. O jogo oferece uma visão diferente de apocalipse, já que os visuais são extremamente ricos em tons de verde, diferente dos cinzas e amarelos queimado cor de bunda de jogos com história semelhante.

Durante a aventura, você acaba descobrindo mais sobre o motivo dos robôs continuarem sua caça aos humanos e conhece melhor os personagens, que foram baseados na lenda chinesa de Son Goku, aquele mesmo cara que aparece num desenho famosinho aí.

3. Gears of War

Gears of War, também conhecido como testículos com armas, é outro jogo que tem uma civilização abalada após não um, mas dois eventos cataclísmicos. Não bastasse a humanidade ter quase se destruído para saber quem seria a coalização que controlaria os recursos e cidades do planeta, durante as Pendulum Wars, vencida pela COG, a humanidade também passa pelo E-Day, dia em que os Locust saíram de dentro do planeta Sera e derrotaram os humanos em praticamente todas as batalhas durante um ano, até que o contra ataque começa.

A série começa durante essa guerra, que, na trilogia, acaba por levar o planeta à beira da destruição, com cidades tanto dos humanos quanto dos Locust sendo destruídas. Para completar tudo isso, temos um protagonista que passa o jogo inteiro com a maior cara de dor de barriga da história e que parece pronto para colocar uma bala na própria cabeça a qualquer momento.

4. Left 4 Dead

Impossível deixar esse de fora, certo? Left 4 Dead é um dos jogos mais divertidos dos últimos anos ao colocar os jogadores diante de hordas e mais hordas de zumbis sedentos pelo seu sangue. O objetivo é bem simples: sobreviva a qualquer custo e não fique muito tempo marcando bobeira onde você está, ou um bando louco de zumbis vai aparecer na sua frente.

O jogo pode ser jogado tanto sozinho quanto com amigos, mas a graça dele certamente está na cooperação entre você e seus amigos. Quem nunca gritou no ouvido de algum parceiro ao tomar um tiro dele ou para ser salvo daquele hunter louco que atire a primeira pedra.

5. Chrono Trigger

Eu já falei aqui sobre esse jogo uma porrada de vezes, mas vamos lá de novo. Chrono Trigger é um dos melhores RPGs da história, seja o ocidente, seja no oriente. O jogo começa com  a ideia de viajar no tempo para corrigir uma besteira básica: ninguém percebeu que a sua amiga dos anos 1000 não é a princesa dos anos 600 que acabou sumindo. Após um pouco de desenvolvimento na história, você acaba chegando no fim dos tempos, uma era onde o tempo parou de contar e descobre que, na verdade, a civilização acaba na virada de 1999 para 2000, quando Lavos sai do centro da terra e destrói a civilização como a conhecemos.

O jogo oferece diversas fases de evolução da humanidade e personagens das diferentes eras, além de uma amostra de como a humanidade ficou após o desastre dos anos 2000. Você encontra os sobreviventes agrupados dentro de domos. Eles estão à beira da inanição devido à falta de comida e (spoiler alert) só são salvos porque você acaba encontrando sementes dentro de outro desses domos.

Diferente dos jogos anteriores, nesse você pode evitar o fim do mundo, afinal é um jogo sobre viagem no tempo, mas mesmo assim, esse merece estar na lista por ser um dos melhores jogos da história (e também porque quem escolhe os jogos da lista sou eu).

Gostou? A Parte 2 já saiu.

Publicado por
Tags: Fallout

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade