4 franquias esquecidas que poderiam voltar na nova geração

Amigos, vocês lembram daqueles jogos que nós jogávamos há alguns anos atrás (e quando eu digo alguns, eu digo há pelo menos uns 8 ou 10 anos) e que eram muito divertidos e tal, mas que, infelizmente. foram meio que esquecidos ou deixados de lado e não vemos um lançamento deles há um certo tempo já?

Então, hoje eu vou tentar lembrar de alguns desses títulos e dizer por que seria interessante ver uma versão deles para esses amados novos consoles que foram lançados há tão pouco tempo e que tão precisando de mais lançamentos. Vamos lá?

Crash Bandicoot

Crash Bandicoot é uma franquia que, originalmente desenvolvida pela Naughty Dog e exclusiva do PlayStation, sempre teve muita presença nas gerações passadas. O primeiro título, de 96, vendeu quase 7 milhões de unidades, uma quantidade imensa de jogos, ainda mais para aquela época. A série, no geral, já movimentou mais de 40 milhões de cópias, e não recebe uma edição nova para consoles desde 2008, quando Crash: Mind over Mutant foi lançado e recebeu críticas regulares.

A série está agora na mão da Activision, que disse querer ressuscitar o mascote. Porém, espero que eles não façam um jogo mobile ou para portáteis, e desenvolvam uma versão do jogo para os novos consoles. Até porque essa geração ainda não recebeu bons platformers. Knack, do PS4, não atingiu a qualidade esperada pela Sony e a Microsoft tem pouca coisa nesse gênero e na sua maioria, indie. Assim, talvez um Crash Bandicoot para a nova geração, com gráficos e um orçamento um pouco maior possa atingir esse mercado que talvez esteja esperando um título desse tamanho.

Tony Hawk

Outra franquia no controle da Activision. Tony Hawk, mesmo com seus lançamentos razoavelmente recentes, caso dos títulos TH: Motion, TH: Shred e TH: Ride, morreu mesmo lá por 2007. Proving Grounds não foi tão bem recebido, enquanto Project 8 ainda foi bem aceito. Pra mim, o último verdadeiro sucesso da série foi com American Wasteland, do PS2, onde eu diverti demais jogando. De qualquer forma, os 6 primeiros jogos da série, Tony Hawk’s Pro Skater 1-4 e os dois Underground foram jogos sensacionais que fizeram muito sucesso e dominaram o mercado.

Desde então, a franquia abriu espaço para o crescimento de outros jogos de Skate e perdeu bastante espaço no mindshare dos gamers, sendo relegada aos mais nostálgicos, que é o meu caso que ainda jogo THPS 2 emulado no PC. O próprio Tony anunciou que um título estava em desenvolvimento, mas depois revelou que é para dispositivos mobile. Assim, eu fico muito na esperança de um jogo da série que volte bastante às origens e que aproveite a capacidade dos novos consoles para se restabelecer e atrair alguns jogadores mais novos que não pegaram a época de ouro da franquia, além de alegrar o pessoal que já é fã.

Syphon Filter

Syphon Filter é uma franquia exclusiva da Sony, desenvolvida pela Sony Bend. A série é de stealth com tiro em terceira pessoa, e começou no PS1 com a trilogia inicial, que fez bastante sucesso. Depois, já no PS2, o estúdio fez mais três jogos da série, sendo os dois últimos também para o PSP. E foi aí que a coisa mudou para o estúdio. Desde então, eles têm se focado (ou foram obrigados) em desenvolver jogos para as plataformas móveis da Sony, PSP e PS Vita, com 2 jogos da série Uncharted e um Resistance.

Desde então, o estúdio não anunciou mais nada, o que me deixa contente por que isso indica que o próximo projeto será um jogo de PS4. Seria um ótima chance para um Syphon Filter, visto que o último jogo para consoles mesmo foi lá em 2007, e já se passaram 15 anos do primeiro jogo da série. Já que Thief não foi tão bem nas críticas e não se sabe muito sobre o próximo Hitman ou Splinter Cell, o gênero stealth pode ser preenchido por esse jogo.

Bully

Um dos jogos mais populares do PS2, a Rockstar têm dado algumas dicas que pretende voltar à franquia, mas nada foi confirmado até agora. O jogo fez muito sucesso na sua época, e o pessoal aqui do site gosta muito dele. Talvez esteja na hora da Rockstar dar uma chance ao jogo, já que Max Payne já foi encerrado (pelo menos aparentemente) e ainda temos mais uns bons anos até o próximo GTA.

Imaginem o tamanho do mapa que poderia ser feito com a potência dos novos consoles. Eles poderiam até expandir a história, colocando ele numa Universidade de Liberty City (já que em tese o jogo se passa no mesmo universo de GTA), onde além de estudar e conviver com os outros estudantes, teria que arranjar estágios e tocar o terror lá também. As possibilidades são muitas e o público com certeza gostaria muito de outro jogo da série.

É isso amigos, o que acharam? Lembraram de outras franquias que podiam voltar? Concordaram com as que eu levantei? Comentem aí!

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade