4 coisas que eu gostaria que acontecessem na E3 desse ano

Fala, galera, tudo bom com vocês? A E3 está logo ali depois da esquina e nós já fizemos previsões, perguntamos a vocês o que vocês querem e muito mais, mas o que eu realmente gostaria que acontecesse na E3 desse ano? Bom, no artigo de hoje eu conto cinco desses itens para vocês, sendo que alguns eu já tenho plena certeza de que são apenas ilusões, mas sonhar nunca é demais, não é?

Vamos lá então?

4. Um Metroid com multiplayer online

A Nintendo precisa desesperadamente dar uma injeção de adrenalina no Wii U e aumentar as vendas do console. Medidas como lançar jogos de DS não vão fazer pessoas que não têm um Wii U comprar o console, só vão fazer quem tem o console comprar mais jogos, exatamente o mesmo efeito que os jogos de PSP e PS1 fazem no PS Vita. Como fazer então para mais pessoas comprarem um Wii U?

Um Metroid com multiplayer seria um ótimo começo. Na verdade, Mario Kart e Donkey Kong são ótimos começos, mas Metroid Prime é uma franquia que poderia chamar a atenção de muita gente. Pensem comigo, Titanfall e Advanced Warfare apostam exatamente em “coisas modernas” para melhorarem o gameplay e darem uma repaginada no multiplayer. O que eles fazem, Samus já fazia no Game Cube há um bom tempo, e mais, com adições como o Morphing Ball, Space Jumps e afins.

Eu aposto que a Nintendo teria como fazer um multiplayer divertido, equilibrado, e desafiador com a cacetada de power ups que a Samus tem e com a variedade dos mapas de Metroid, que vão de planetas selvagens a estações modernas, há pano pra manga para muitas maneiras de desafiar os jogadores.

3. Final Fantasy Type-0 Remaster

A Square Enix já falou sobre lançar ou não Final Fantasy Type-0 no ocidente umas oitenta vezes, mas até agora, nada de concreto saiu. Um dos motivos para isso é que não valeria a pena, afinal de contas, o PSP tem as pernas mais abertas que as da Bruna Surfistinha. Bom, o que eles poderiam fazer então? Lançar o jogo para o PS Vita em HD.

“Mas o PS Vita não iria comercializar tantas cópias do jogo assim, Eric!”. Bom, se a Square Enix realmente quisesse fazer um boom, eles poderiam lançar o jogo então para o PS4 remasterizado, aí sim a coisa ia ficar bonita. Mas mesmo que o jogo só saísse pro PS Vita, o mercado japonês do console é bem aquecido, volta e meia há jogos que vendem 300 mil cópias na semana de lançamento para ele, o que significa que o jogo venderia mais do que Lightning Returns: Final Fantasy XIII por lá, por exemplo.

A Square Enix já aprendeu que as pessoas ainda querem jogar bons JRPGs com o lançamento de Bravely Default e esse é um que está praticamente pronto para ser lançado. A faca e o queijo estão na mão da Square Enix, é só cortar.

2. Project Beast

E aí, qual é a desse tal de Project Beast? Será que ele é verdade? Será que a From Software finalmente vai anunciá-lo de fato? Seria uma boa pedida eles fazerem isso na E3 desse ano e já confirmarem que o projeto é Next Gen. Se duvidar, eles fazem isso mesmo e anunciam para 2015, pois parece que todos os jogos bons vão sair daqui a um ano.

1. The Last of Us 2

“The Last of Us não precisa de continuação”. Verdade, mas quem não gostaria de ver uma continuação da franquia? Eu certamente que sim. The Last of Us é um jogo que desperta emoções bem profundas em quem joga. O nível de empatia que você desenvolve com os personagens é praticamente único dentro do universo dos games, talvez sendo rivalizado apenas com o dos personagens de The Walking Dead.

A Naughty Dog parece estar trabalhando em uma franquia nova secretamente outra vez, o que significa que pode ser que eles estejam na verdade construindo a sequência dessa obra prima. Seja como for, eu soltaria foguetes se uma sequência realmente fosse anunciada.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade