3 fatos bizarros envolvendo videogames

Fala, galera, tudo bom com vocês? Acabamos de começar uma série nova aqui no Critical Hits com histórias bizarras envolvendo o mundo dos videogames, afinal, quem não gosta de uma bizarrice, né? Pra começar, vamos contar 3 histórias para vocês.

1. Processo por vício

Um havaiano chamado Craig Smallwood processou a produtora responsável pelo jogo Lineage II pelo mesmo motivo que algumas pessoas processam fabricantes de cigarro: o vício. Segundo detalhes do processo, o acusante disse que não conseguia nem tomar banho, vestir-se ou comunicar com as outras pessoas devido ao vício. Outros detalhes relevantes do processo incluem acusações por práticas comerciais desleais e acusações da companhia causar “estresse emocional extremo, além de depressão”.

Segundo Craig, o jogo fez ele passar três semanas num hospital, além de necessitar que ele faça terapia três vezes por semana. No fim das contas, o processo acabou tendo boa parte das acusações negadas, como práticas comerciais ilegais, mas a companhia ainda enfrenta as acusações do jogo ser viciante, já que Smallwood alega ter jogado cerca de 20 mil horas do jogo entre os anos de 2004 e 2009. Para vocês terem uma ideia, nesses cinco anos, há cerca de 44 mil horas. Ele jogou quase metade desse tempo fora jogando.

Link da matéria: http://www.torontosun.com/news/weird/2010/08/28/15171601.html

2. Crianças? Eu prefiro Atlantis

Você já jogou tanto alguma coisa que esqueceu de fazer outras? Bom, muito cuidado, você pode acabar esquecendo dos seus filhos no futuro. Foi isso que aconteceu com Timothy Hausaman, um morador da cidade de Indianapolis de 31 anos, que ignorou seus filhos enquanto jogava o jogo Atlantis.

O fato foi notado por uma vizinha dele que viu as duas crianças andando pela rua sozinhas, uma pelada e a outra usando apenas uma fralda, por cerca de 20 minutos até decidir chamar a polícia. Os policiais chegaram no apartamento dele, bateram na porta e ninguém respondeu. Como a porta estava aberta, eles entraram e encontraram o pai omisso jogando Atlantis no computador.

E a mãe das crianças? Bom, ela estava viajando.

Link para a matéria: http://kotaku.com/5591556/infants-found-wandering-streets-while-father-plays-pc-puzzler

3. Mãe chama a polícia pois o filho estava jogando GTA demais

O que fazer quando o seu filho joga videogame demais? Claro, chamar a polícia, por que não? Foi isso que uma mãe em Boston fez para fazer que o seu filho de 14 anos a obedecesse e fosse dormir. Segundo a notícia, ela ligou para a polícia às 2h30 da manhã quando o garoto ligou todas as luzes do apartamento e foi jogar videogame, ignorando que tinha aula na manhã seguinte.

O chamado acabou sendo atendido e dois policiais foram despachados à residência da mulher. Os policiais convenceram o rapaz a obedecer a mãe dele e comentaram que foi uma ocorrência bem diferente das que eles estavam acostumados a atender. Segundo os policiais, o garoto estava jogando GTA quando eles chegaram. Que coincidência, não?

Link para a matéria: http://www.metro.co.uk/weird/806962-mother-calls-cops-to-stop-son-playing-grand-theft-auto#ixzz1RpoenFLi

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade