Na última semana, a internet foi tomada por uma grande polêmica após a liberação do primeiro trailer da nova animação de Cavaleiros do Zodíaco, que fará algumas mudanças em relação a obra original, sendo a principal delas a mudanças no gênero de Shun.

Durante dois dias o eterno Cavaleiro de Andrômeda ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter com a maioria dos fãs criticando essa alteração, e nós já explicamos nesse artigo o problema dessa mudança oportunista da Netflix.

No entanto, Eugene Son, roteirista e produtor, saiu em defesa da mudança afirmando que a ideai original tinha sido dele e que isso não alteraria em nada a personalidade de Andrômeda. Em uma longa sequência de tweets, Son afirma que o objetivo inicial era atualizar a série mudando o mínimo possível, mas uma coisa que sempre o incomodava era a falta de presença feminina nos cinco Cavaleiros de Bronze.

“Quando começamos a desenvolver essa nova série atualizada, queríamos mudar pouquíssima coisa. Os conceitos principais que fazem de Cavaleiros do Zodíaco uma série tão amada são muito fortes, e maioria se sustenta mesmo depois de 30 anos. Mas a única coisa que me deixava preocupado era que: os Cavaleiros de Bronze que acompanham o Seiya são todos homens.”

O problema da mudança oportunista do gênero de Shun na nova animação de Cavaleiros do Zodíaco na Netflix

O produtor então afirma que após muitas discussões entre a equipe, eles decidiram que Shun de Andrômeda era o melhor personagem para trazer essa “representatividade”.

“Então nós falamos sobre Andrômeda, que todos concordam ser um personagem incrível. E se o original fosse Shun de Andrômeda e nossa interpretação fosse Shaun de Andrômeda?

Quanto mais desenvolvíamos isso, mais víamos potencial. Um grande personagem com um grande visual. Os conceitos principais de Andrômeda não serão mudados. Ela usará as correntes para defender a si mesma e aos amigos – algo que ela aprendeu com o irmão protetor que a ensinou a lutar. E os maiores fãs de Cavaleiros sabem o que acontece com Andrômeda enquanto a série se desenvolve. Como seria aquilo se tivesse ocorrido com uma mulher como Andrômeda Acho que será interessante de ver.”

Mas parece que a longa justificativa de Son não foi o suficiente e aparentemente ele não suportou a chuva de críticas dos fãs, acabando por deletar a sua conta no Twitter.

Gostou do post? Curta nossa página no Facebook e receba todas as nossas últimas novidades!

Gostou? Compartilhe!


Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?