Naruto quase se passou em uma época histórica diferente

Hoje em dia, após vermos o sucesso imenso que Naruto fez ao redor do mundo, chega ser esquisito imaginar que tudo poderia ter sido bem diferente. Mas quase foi!

Assim como em todo mangá, o processo criativo envolve a adaptação da história aos interesses da editora, que muitas vezes exige uma série de mudanças na ideia original, até que aquilo que se considera “vendável” seja enfim, obtido.

Por isso, a versão original de Naruto, publicada pela primeira vez em 1997 pela Akamaru Jump mostra algumas diferenças bem significativas da história que conhecemos tão bem hoje em dia. Ao invés de se passar em uma versão repaginada do Japão Feudal, o enredo de Naruto teria uma cidade moderna como plano de fundo, com o próprio Naruto sendo uma versão diminuta de uma raposa demônio, ao invés de um humano com uma raposa demônio selada dentro de seu umbigo.

Neste primeiro piloto, Naruto passaria boa parte de seu tempo tentando desvendar um caso de assassinato, que teria começado após o roubo de uma pintura famosa. O crime teria acontecido inclusive, com uso de uma pistola, mostrando que a versão original de fato era bem diferente daquela que ficamos conhecendo mais tarde.

Para o bem ou para o mal, a sorte é que Masashi Kishimoto fez uma série de alterações na história, de modo que Naruto acabou tornando-se aquilo que conhecemos hoje.

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime preparao terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.