Dragon Ball Super entrou em hiato no final de março, mas felizmente temos um novo anime para estrear em breve e o filme que chega no final do ano e conta a sequência oficial da história.

Hoje, falaremos um pouco sobre um dos personagens mais importantes introduzidos por Dragon Ball Super: o Sumo Sacerdote, e um detalhe interessante nele que pouca gente notou.

Atenção: falaremos sobre spoilers de Dragon Ball Super abaixo. Você foi avisado!

Desde que os anjos foram apresentados no universo de Dragon Ball Super, ficamos sabendo que eles são basicamente os seres mais fortes de todo o universo em que eles se encontram, principalmente por causa do domínio deles do Instinto Superior, técnica que Whis está tentando ensinar a Vegeta e a Goku desde o filme “O Retorno de F”.

Existe apenas um ser mais forte do que os anjos em termos de habilidades de combate, e este ser é o Sumo Sacerdote, que foi apresentado juntamente com Zeno durante o intervalo entre as sagas do Torneio contra o Universo 6 e Goku Black.

Um detalhe bem interessante nos anjos de Dragon Ball Super é que esses anjos possuem auréolas diferente das auréolas que Goku e companhia têm quando eles morrem. No caso dos anjos, essas auréolas ficam no pescoço deles, ao invés de ficar no topo da cabeça.

Isso é válido para todos os anjos, exceto para um deles: ele mesmo, o Sumo Sacerdote. Ele não tem uma auréola no pescoço, e sim acima da cabeça dele, ou atrás da cabeça dele, se você quiser ser mais preciosista.

Este é o único anjo de Dragon Ball Super com essa característica, e o motivo disso provavelmente é pelo fato de que ele foi o primeiro anjo a ser criado, talvez tendo até mesmo a mesma idade de Zalama (criador das Super Dragon Balls) e de Zeno, o deus supremo que apaga o que der vontade nele.

Ainda esperamos mais explicações sobre o objetivo do Sumo Sacerdote no anime, e muita gente ainda acha que ele possa acabar sendo um vilão. O que vocês acham?

Gostou do post? Curta nossa página no Facebook e receba todas as nossas últimas novidades!

Gostou? Compartilhe!


Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?