Esta é a prova de que Madara não teria sobrevivido aos ataques de Guy se não fosse imortal, em Naruto Shippuden

Os arcos finais de Naruto Shippuden trouxeram vilões com um poder um tanto quanto exagerado.

Madara Uchiha já era insanamente poderoso no momento em que foi revivido, mas a força do personagem aumentou de forma absurda quando ele se tornou o Jinchuuriki do Dez Caudas. Ao fazer isso, Madara se tornou basicamente invencível, e nenhum ninja da Aliança Shinobi era capaz de vencê-lo.

Mas isto não significa que todos desistiram de tentar vencê-los, como muitos de vocês devem lembrar.

Might Guy decidiu dar tudo de si para tentar acabar com Madara de uma vez por todas, abrindo Oitavo Portão Interno para ter uma chance de vencer o vilão. Isto deu a Guy um poder físico nunca antes visto, e nem mesmo Madara com todo o seu poder foi capaz de prever ou defender os ataques de Guy.

Na verdade, Madara só não foi dizimado completamente porque não podia ser morto. Caso não tivesse a imortalidade naquele momento, ele com certeza teria sucumbido aos ataques de Guy num piscar de olhos.

A prova disto é bem simples. O próprio Madara disse que quase morreu por causa dos ataques de Guy, sobrevivendo apenas por ser imortal.

Se não fosse o poder do Dez Caudas, a Quarta Guerra Ninja teria acabado ali, e Kaguya nem teria chegado a aparecer.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

David Brito

Fã de Roguelikes e J-RPGs, David passa a maior parte do seu tempo livre testando novos jogos e lembrando a todos o quanto ele ama a franquia Persona.

Publicado por

Este website utiliza cookies