Entenda porque Rock Lee usava pesos em seu treinamento dele em Naruto e porque você NÃO deveria fazer igual

Um dos momentos mais épicos entre toda a obra mais famosa de Masashi Kishimoto é quando Rock Lee tira os pesos que utilizava em sua luta contra Gaara – revelando que havia centenas de kgs o impedindo de atingir sua velocidade máxima.

O que aconteceu a seguir foi o mais próximo de uma surra que Gaara recebeu desde que teve Shukaku implantado em seu corpo e se tornou um Jinchuuriki pouco depois de nascer.

Com uma velocidade aterrorizante e a capacidade de abrir até quatro portões, Lee mostrou que a “defesa absoluta” de Gaara era lenta para aqueles que conseguiam amplificar a velocidade através de treino ou ninjutsus de relâmpago.

A razao de Lee utilizar pesos como caneleiras e braçaderias seria, em tese, obrigar seu corpo a ser veloz mesmo com sobrepeso. Dessa forma, assim que ele tirasse essa resistência extra, poderia se mover de maneira ainda mais veloz e surpreender seus inimigos com golpes poderosos.

E enquanto a ideia é boa em tese, na prática do mundo real é uma péssima ideia.

No mundo real, a gravidade tem sempre uma direção: para baixo. Colocar pesos consideráveis em suas extremidades e se obrigar a fazer movimentos repetitivos como socos e chutes faria com que houvesse um acúmulo de tensão em músculos de estabilização e tendões.

Um soco, por exemplo, não seria desacelerado apenas em sua velocidade horizontal, o punho na verdade seria puxado com muita força para baixo, colocando uma estresse grande em músculos, ligamentos e tendões do ombros, coluna e core – o que pode parecer uma boa ideia de treinamento, mas na verdade vai apenas colocar o corpo em situações perigosas, uma vez que ele não se move naturalmente dessa forma.

Essa tensão em um lugar “não-natural” para um golpe pode causar lesões sérias em lugares de difícil recuperação e que podem exigir cirurgias para reparação e sequelas para a vida toda.

Outro problema é que, mesmo que não se lesione, quem tentar usar esse tipo de tática provavelmente vai se tornar mais lento e desordenado no longo prazo.

Ao utilizar pesos em seu corpo por longos períodos de tempo, seu cérebro vai se adaptar com a velocidade de seus movimentos e o quanto de força você precisa para realizar movimentos específicos. Ao retirar esse peso, o corpo ainda vai reagir como se o usuário tivesse essa resistência extra, fazendo com que o cérebro tenha que “recalcular” como realizar os movimentos novamente, o que vai reduzir a velocidade ao invés de levantar.

A utilização de pesos e resistências em treinamento de aumento de força e velocidade deve ser sempre realizado de maneira controlada e acompanhada por supervisores capacitados e geralmente são utilizados para aumentar a dificuldade de realizar um movimento específico de um músculo ou uma cadeia de músculos (por exemplo, realizar supino reto com resistência para aumentar a força e/ou potência dos músculos do peitoral e triceps).

Se for para se inspirar em algum treinamento que você viu em anime, não se foque em pesos corporais esquisitos como caneleiras ou coletes ultra-pesados. Foque na disciplina desses personagens, no cuidado que eles tem com o próprio corpo e procure mestres que podem te ajudar, como Rock Lee encontrou Might Guy e Goku encontrou Mestre Kame.

Anime é ficção, mas saúde é o que interessa e o resto não tem pressa.

ISSA!

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios, finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Tico

Redator eventual, podcaster e negro maravilhoso.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade