Categorias: Anime

Entenda o final de Neon Genesis Evangelion

Na última sexta-feira (21) a Netflix adicionou ao seu catálogo os filmes e o anime de Neon Genesis Evangelion, série dirigida por Hideaki Anno e exibida originalmente em 1995. Além de ser uma das obras mais influentes de todos os tempos, o seu final é particularmente um pouco complicado, já que aborda diferentes conceitos filosóficos e bastante simbologia.

Então, caso você tenha acabado de assistir os 26 episódios do anime e o The End of Evangelion, mas ainda assim eseja um pouco perdido sobre tudo que aconteceu, vamos tentar explicar da forma mais resumida possível todo o significado e mitologia por trás de Evangelion.

No começo de tudo exista uma antiga raça alienígena que seriam o equivalente aos deuses, chamada de “A Primeira Raça Ancestral”. Essa raça criou duas “Sementes“, representadas por Adão, a Semente da Vida ou também conhecida como Lua Branca; e Lilith, a Semente do Conhecimento ou também chamada de Lua Negra.

Adão e Lilith

Para semear a vida pelo universo essa raça espalhou “ovos” de Adão e Lilith por diversos planetas, sendo que aqueles que recebiam Adão desenvolviam os Anjos e os que tinham Lilith geravam a vida “normal” como conhecemos, com humanos, animais e plantas. Na teoria nenhum planeta poderia receber duas sementes, já que se fossem juntas elas formaria um ser tão poderoso quanto o “Deus” que os criou.

Inicialmente a Terra recebeu Adão, mas por razões desconhecidas antes que os Anjos começassem a se desenvolver, a semente de Lilith também caiu aqui de uma forma não planejada. Assim, como os dois não podiam coexistir em um mesmo planeta, Adão foi selado com a Lança de Longinus que veio junto como seu “ovo”, pois a de Lilith havia sido destruída. Todo esse evento é conhecido como Primeiro Impacto.

Depois de Lilith criar a vida como conhecemos e de milhões de anos de evolução vamos para o ano de 2000, em que o pai de Katsuragi parte em uma expedição ao Polo Sul e lá encontra Adão. A equipe de pesquisa então resolve fazer um experimento de colocar um humano em contato com o corpo de Adão, mas como humanos são descendentes de Lilith isso gera uma gigantesca explosão que acaba com quase toda a vida na Terra. Esse foi o Segundo Impacto, que também acabou transformando Adão em um Embrião

A partir de amostras desse embrião, Gendo Ikari, que comandava uma organização chamada Gehirn, mas que posteriormente se transformaria na NERV, criou os Evangelions ou também conhecido como EVA para combater os Anjos. Os EVA 00 e 02 eram basicamente clones de Adão, enquanto o EVA 01 era um clone de Lilith.

No entanto, em um experimento com o EVA 01, Yui Ikari, a mãe de Shinji, acabou sendo dissolvida em LCL (o líquido âmbar que permite os pilotos se conectarem os EVA) e se fundiu com o EVA 01, que agora além de clone de Lilith também possui a “essência/alma” da mãe de Shinji.

Falando um pouco da SEELE, essa é uma organização/seita que está acima da NERV e tem como principal objetivo o Projeto de Instrumentalidade Humana, que basicamente é realizar o Terceiro Impacto para que todas as pessoas sejam transformadas em um único líquido de LCL, o que acabaria com os conflitos, medos e individualidades, já que cada pessoa agora faria parte de um todo. Embora Gendo também faça parte desse plano, o seu objetivo é um pouco mais egoísta, já que ele deseja apenas se unir novamente com Yui.

Junto com a criação da NERV, Gendo também cria Rei Ayanami, que é um clone feito a partir da “essência /alma” da Lilith com o DNA de Yui, o contrario do EVA 01. Indo finalmente para o início do anime, vemos que os Anjos estão atacando o GeoFront em Tóquio 3, pois é lá que está escondido Lilith. Caso os Anjos tivessem sucesso nesse plano, toda a humanidade teria sido destruída e eles finalmente poderiam reinar no planeta.

Vale explicar também que quando um Anjo ataca a frota marinha que estava transportando o EVA 02 ele estava em busca do Embrião de Adão, pois Kaji havia roubado o embrião da SEELE para levá-lo até Gendo. Nesse meio tempo Gendo e Fuyutsuki também conseguem recuperar a Lança de Longinus e cravam em Lilith para interromper o seu crescimento.

Entretanto, no ataque do Anjo Arael, Asuka acaba tendo a sua mente corrompida, obrigando a NERV a utilizar a Lança, que posteriormente acaba parando em orbita da Lua. Com Asuke impossibilitada de pilotar o seu EVA a SEELE envia Kaworu, que posteriormente se revelaria sendo o 17º Anjo, tendo um corpo humano e possuindo a alma de Adão.

Embora seja apresentado já no final do anime Kaworu possui um papel extremamente importante, já que é ele que revela para Shinji a verdade sobre o Campo A.T. (Campo de Terror Absoluto), a barreira que protege os Anjos e EVAs, e que pode ser gerada por qualquer humano, sendo a representação física da barreira que separa os indivíduos.

Após a morte de Kaworu vamos para os famosos episódios 25 e 26 do anime, que acontecem basicamente de forma simultânea com o The End of Evangelion. A diferença é que os dois episódios finais abordam um lado mais subjetivo, já que exploram a psique de Asuka, Misato, Rei e principalmente de Shinji, enquanto o filme é de forma mais literal a continuação dos eventos.

Depois da traição do Gendo, a SEELE invade o GeoFront em busca dos EVAs, e embora Asuka tente impedi-los utilizando o EVA 02, ela acaba sendo brutalmente derrotada por EVAs produzidos em massa. Enquanto isso, Gendo continua com o seu plano e funde o embrião de Adão com Rei, que possuía a “alma” Lilith, acreditando que dessa forma ele finalmente poderia encontrar Yui. No entanto, Rei acaba o rejeitando, e agora tendo a Fruta da Vida e do Conhecimento escolhe ser absorvida pelo corpo de Lilith.

Como planejado, a Rei virá uma “divindade” e junto com o EVA 01 de Shiji e os outros EVAs produzidos em massa começa o processo de Instrumentalidade Humana, transformando toda a população em uma grande massa de LCL. Nesse momento temos a mescla do filme com o final anime, mostrando Shinji reconhecendo a sua própria “individualidade” e descobrindo o seu verdadeiro “eu” perante tudo que ele passou e todos que conheceu.

Assim, ele rejeita o Terceiro Impacto escolhendo manter a sua individualidade. No final, temos Shinji em um mar de LCL ao lado de Asuka, que acabou sendo protegida de toda a catástrofe porque estava dentro do seu EVA. Ainda é possível concluir que já que Shinji se manteve como um indivíduo, as outras pessoas que estão no líquido de LCL também podem recuperar a sua forma humana.

Gosta do nosso site? Siga-nos nas redes sociais!
João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes e sempre atrasado com as séries. O segundo Blizzardboy do Critical Hits.

Disqus Comments Loading...

Posts Recentes

Esta arte de Kefla de Dragon Ball Super é a melhor arte de fã que você vai ver hoje

Uma das coisas mais legais de Dragon Ball Super foi expandir o universo de Dragon Ball, literalmente. Com novos universos…

12 minutos atrás

CS:GO – Ele voltou! Red Canids anuncia nova line de CS:GO com Fnx como jogador

A RED Candis anunciou hoje a nova line-up de CS:GO dela e junto com o anúncio, uma grande surpresa para…

60 minutos atrás

Esta é a verdadeira razão pela qual Sasuke não desenvolveu um Modo Sábio em Naruto Shippuden

Sasuke Uchiha se tornou um dos mais poderosos personagens de Naruto ao final de Shippuden e conservou essa posição em…

1 hora atrás

Jogadores poderão testar Call of Duty: Modern Warfare gratuitamente neste fim de semana

Hoje na Gamescom, a Activision apresentou algumas novidades em Call of Duty: Modern Warfare. Lá, a Activision revelou que nessa…

1 hora atrás

Estes minicosplays de My Hero Academia vão derreter seu coração

My Hero Academia foi mais uma obra publicada na Shonen Jump a ganhar seu anime e conquistar todo o planeta.…

2 horas atrás

Afinal, quem venceria em uma batalha entre Kimimaro e Sasuke no fim de Naruto clássico?

Já discutimos o quão subestimado é Kimimaro, um vilão com um caso sério de "esse personagem é muito forte e…

3 horas atrás

Este website utiliza cookies