Anime

Antigo editor de Dragon Ball duvidava que One Piece faria sucesso mas acabou recebendo uma resposta à altura

Essa semana a Jump completou 50 anos de existência, e um canal na TV japonesa fez um programa especial em comemoração ao aniversário da revista.

No programa estavam presentes vários editores da revista e também alguns de One Piece, e os produtores contaram algumas histórias sobre os bastidores da revista.

Uma dessas histórias conta sobre quando começaram a publicar One Piece e, como muitos sabem, a obra não era muito bem vista por muitos produtores e Eiichiro Oda recebeu muitos ‘nãos’ até conseguir lançar sua obra. Um desses produtores era Kazuhiko Torishima, um editor que é considerado uma lenda e trabalhou em Dragon Ball, Dr. Slump e também foi editor-chefe da revista entre 1996 e 2001.

One Piece começou a ser lançado em 1997, bem na época em que o camarada da foto acima era editor-chefe. Na época, ele teria dito a Oda que “um personagem que estica os braços e partes do corpo não merece ser um protagonista”.

Após horas e mais horas em uma reunião falando sobre One Piece e com os editores não aguentando mais ouvir esse nome, Torishima decidiu publicar o mangá e disse que “uma história que alguns editores não gostam pode agradar mais o público do que uma que todos os editores apoiam.”

Sabendo disso, Oda disse a Torishima: “Se One Piece fizer sucesso, você terá de admitir a derrota”.

E foi exatamente isso o que aconteceu.

Naquele ano One Piece havia se tornado um sucesso de vendas e de aceitação do público e, durante uma festa de Ano Novo da Jump, Oda teve a oportunidade de encontrar com Torishima e lembrá-lo da “aposta” e Torishima respondeu:

“Ok. Você venceu, Oda… Tá satisfeito agora?”

Apenas posso imaginar a alegria que Oda sentiu naquele momento. Primeiro por fazer uma lenda dizer tais palavras e segundo pelo sucesso de sua obra. Após 20 anos, One Piece se tornou um sucesso absoluto de vendas e continua a quebrar recordes, chegando até mesmo a entrar para o Guiness Book.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade