Jogos de corrida sempre foram um gênero de destaque em todos os consoles, e ainda que o auge deles realmente tenha começado na geração do PlayStation com Gran Turismo, há uma certa magia difícil de ser recapturada em jogos como Top Gear, do Super Nintendo. Horizon Chase Turbo é um título que almeja exatamente isso. Será que eles conseguem?

Em Horizon Chase Turbo, você basicamente tem que vencer corridas. Não há muita história nem muita enrolação, a ideia do jogo é escolher um carro e sair correndo em direção ao horizonte, vencendo corridas e avançando para desbloquear cada vez mais pistas e mais carros, exatamente como num jogo clássico do gênero.

Para quem não gosta de ficar pensando muito em personalização do carro e afins, Horizon Chase Turbo pode ser exatamente o tipo de jogo que esse público está procurando, afinal, é diversão clássica e descompromissada, que realmente lembra muito bem os gloriosos dias de corrida do Super Nintendo, tanto para o bem quanto para o mal.

As corridas basicamente são as mesmas sempre, e consistem de você chegar numa boa colocação para ganhar mais pontos e ir desbloqueando os novos países do mapa para correr em locais novos. Você ganha mais pontos por chegar na frente, e mais pontos ainda se você completa a corrida com mais gasolina.

Além disso, há umas moedas na pista para você coletar, como um desafio extra mesmo.

Como Horizon Chase Turbo é um título bastante clássico, o jogo é focado na simplicidade, ou seja, o que você vai ver na primeira hora de jogo é basicamente o que você vai ver no jogo todo: corrida sem muita evolução e sem variação. O máximo de diferente que você encontra são algumas pistas com um Turbo a mais para pegar ou menos opções de reabastecer o seu carro, o que acabam adicionando uma camada de dificuldade a mais, ainda mais em pistas onde se você não conseguir abastecer numa volta, você acaba sendo obrigado a reiniciá-la.

Outro probleminha do jogo é que o sistema de colisões dele é bem punitivo. Dependendo do estágio do jogo em que você está, ou você faz uma corrida perfeita, sem bater em nada, ou você dificilmente vai chegar em primeiro.

Uma das coisas mais legais que a Aquaris fez com o jogo foi adicionar um modo multiplayer para até quatro jogadores na mesma tela, relembrando como eram os jogos do tipo para Super Nintendo e Mega Drive, além dos consoles posteriores. É bem divertido jogar com mais gente, e dá potencial para Horizon Chase Turbo ser aqueles tipos de jogos que os amigos combinam de se reunir para jogar.

Graficamente, eu não gostei tanto assim do estilo gráfico do jogo. Ficou mais parecendo um jogo em flash do que um modelo com poucos polígonos. Talvez fazendo o jogo em pixel art ele ficasse mais charmoso e apelasse mais pro lado retrô.

A trilha sonora de Horizon Chase Turbo entretanto, não deixa absolutamente nada a desejar, sendo da autoria de Barry Leitch, mesmo compositor da trilha sonora de Top Gear original. Você vai encontrar músicas que poderiam muito bem estar numa versão remasterizada do clássico aqui, e algumas delas realmente ficam na cabeça mesmo horas depois de você parar de jogar.

Mas e aí, Horizon Chase Turbo vale a pena?

Horizon Chase Turbo é um jogo de corrida divertido daqueles que você joga 15 minutos, para, passa uma hora, dá vontade de jogar de novo mais 15 minutos e assim vai. O gameplay vai agradar quem curte jogos clássicos de corrida e não quer ficar pensando em personalizações, tunagens e afins, além de possuir um excelente modo para 4 jogadores, mas o gameplay quase não evolui do que você vê no começo do jogo. Além disso, as colisões são um pouco punitivas demais dependendo da corrida em que você está.

Review elaborado com uma cópia do jogo para PS4 Pro fornecida pela desenvolvedora.

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Compartilhe