Overwatch é um jogo com um fandom bastante dedicado aos mais diversos projetos, e um deles são os Fan Fictions, histórias criados por fãs dentro do universo do jogo que nem sempre respeitam os eventos canônicos decididos por quem criou a história originalmente.

Recentemente, o escritor chefe de Overwatch, Michael Chu, deu uma entrevista ao site PCGamesN, e ele comentou o que acha das Fan Fictions criadas por quem joga Overwatch. Abaixo, você confere uma transcrição do que ele falou:

“Eu acho que os shippings mostram que as pessoas entraram de cabeça dentro do jogo e sentem uma certa conexão com os personagens e com o próprio mundo do jogo, e eu acho isso muito interessante. Me deixa feliz que as pessoas tenham sentimentos tão fortes pelos personagens. Sobre o shipping em geral, eu diria que esse não é o nosso foco dentro do universo do jogo.”

Salvar o mundo e escoltar payloads não é um trabalho que eles fazem quando têm tempo livre. Isso requer persistência, foco e atenção constante.

“Nós já definimos os rumos da história dos personagens e nós vamos continuar nesse rumo que nos traçamos para eles independente do que é criado pelos fãs. O conteúdo criado pelos fãs é interessante para eles e eu acho isso ótimo”, concluiu.


Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/criticalhitscombr/. Já está lá? Curta também a nossa página do Facebook!

Gostou? Compartilhe!


Torne-se um patrão do site!

Você sabia que ao tornar-se um patrão do Critical Hits, você ajuda o site a continuar crescendo e ainda ganha vantagens exclusivas como acesso a um design mais clean sem propagandas, Critical Cast 5 dias antes de todo mundo e acesso ao nosso grupo secreto no Facebook/Whatsapp? Torne-se já um patrão você também!

Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?




Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.