A Normal Lost Phone foi um grande sucesso. O game lançado no início de 2017 pela pequena desenvolvedora francesa Accidental Queens ganhou boa repercussão por sua premissa simples e original que colocava o jogador na pele de alguém que encontrou um celular perdido e devia descobrir o que aconteceu com seu dono falando com os amigos dele e vendo sua história recente se desenrolar através de mensagens, fotos e registros em outros aplicativos. O sucesso foi tanto que um novo jogo foi lançado: Another Lost Phone: Laura’s Story – que traz mecânicas diferentes e uma história bem mais séria.

Como o título já diz, em Another Lost Phone: Laura’s Story você encontra o celular de alguém chamado Laura. Nesse celular é possível ver os SMS que ela trocou com seus contatos, as fotos salvas no dispositivo, calendário, e-mails recebidos e enviados e anotações. Muita coisa é protegida por senhas e outros tipos de bloqueio que você conseguirá transpassar conforme for entendendo os acontecimentos e conhecendo os personagens através das mensagens.

A forma com que a história se desenvolve é diferente de qualquer outra coisa que já joguei, e de uma forma boa – fique tranquilo, o review está livre de spoilers. Você entende o que acontece na vida de Laura lendo os SMS e emails que ela trocou com seus contatos e após um tempo terá que utilizar outro aplicativo para seguir avançando, ler mais mensagens e descobrir mais sobre o que aconteceu com a dona do celular. Não há dica algum em todo o jogo, ele te obriga realmente a conhecer os personagens e detalhes importantes dos assuntos discutidos por eles para poder prosseguir.

Diferente do que acontecia em A Normal Lost Phone, em Laura’s Story você não pode se passar por Laura e falar com nenhum contato, pois o celular não possui chip. Esse foi um detalhe pensado pelos desenvolvedores levando em consideração o feedback da comunidade. A premissa do jogo não é o jogador interferir na história e sim entender o que aconteceu com o dono do celular perdido, por isso, em Another Lost Phone: Laura’s Story você é um mero espectador.

É difícil abordar muito do jogo sem dar spoilers. Ele é repleto do que podemos considerar puzzles, e vai agradar jogadores que realmente prestam atenção na história e nos personagens incluídos nela. Nenhum desses puzzles chega a ser difícil, sendo que alguns se desenrolam de forma inteligente, fazendo o jogador se lembrar qual aplicativo do celular tem ligação com a senha para então conferir o que é discutido lá – ele muitas vezes provoca em nós aquela sensação de acender uma lâmpada em cima da cabeça, e isso é bem legal.

Pude encontrar algumas falhas no roteiro do jogo, que não prejudicam a mensagem que ele quer passar nem a experiência que tiramos dele, mas que estão ali. Alguns diálogos mal elaborados também podem causar alguma confusão, fazendo o jogador pensar que deixou passar algum detalhe, sendo que nada ficou para trás de fato.

Another Lost Phone: Laura’s Story pode se orgulhar com o fato explorar temas que pouquíssimos games ousam falar sobre e de tocar o jogador de maneira única. Ele é daqueles jogos que você só entende a experiência que ele proporciona jogando, mas já adianto que ele aborda temas da vida real muito melhor do que palestrantes e até livros o fazem – ah, a magia dos videogames.

O game tem pouco mais de duas horas de duração e, pela experiência que entrega, vale cada centavo dos R$ 7,99 cobrados pela Accidental Queens. Todas as conversas, menus, notas e demais informações encontradas no celular de Laura são traduzidas para português do Brasil, para o caso de você não dominar um dos outros cinco idiomas que ele dispõe.

A trilha sonora é composta por poucas ótimas músicas. Elas são leves, evitam que o jogo fique cansativo e que o jogador se sinta pressionado mesmo estando travado em algum puzzle – e é claro que as mensagens finais são muito mais fortes graças à trilha sonora. Sobre o visual não há muito o que dizer, é uma tela de celular desenhada com bons traços, a interface é simples e de fácil navegação, os aplicativos são bem organizados e as informações muito bem distribuídas.

Another Lost Phone: Laura’s Story é, na minha opinião, um jogo que todos deveriam jogar. Não por ser inesquecível, contar com mecânicas nunca antes vistas ou algo do tipo, mas por abordar temas reais que videogames evitam de um jeito diferente e falar com o jogador de uma forma única que torna impossível a mensagem não ser ouvida e entendida. Ele também está disponível para Android e iOS e talvez nessas plataformas a experiência seja ainda melhor do que é no PC.

Review elaborado com uma cópia do jogo para PC fornecida pela desenvolvedora.

Rafael Oliveira faz análise de jogos, filmes e séries regularmente para o Critical Hits, além de postar notícias e artigos esporadicamente. Acha que Shadow of the Colossus é o melhor jogo já feito, é fanboy de Steins;Gate e tem um lugar especial no coração para Platformers, RPGs e Metroidvanias.

Compartilhe