Anime

Hidan e Kakuzu realmente se odiavam em Naruto Shippuden?

Dentre todos os relacionamentos que vimos serem construídos durante a franquia Naruto, a parceria entre Hidan e Kakuzu sem dúvida é uma das mais peculiares. Embora os dois desgostassem um do outro, eles formavam uma das duplas mais poderosas da Akatsuki, principalmente pelas suas capacidades quase imortais.

Entretanto, se aprofundando um pouco mais nesse estranho relacionamento, fica claro que os dois não necessariamente se odiavam. Basicamente, além de se interessar somente por dinheiro, Kakuzu também tinha uma personalidade bastante explosiva, e por isso a maioria dos seus parceiros anteriores acabava sendo morto por ele.

No entanto, no caso de Hidan, Kakuzu simplesmente tinha que aturá-lo já que era impossível de matá-lo. Por outro lado, mesmo que Hidan não gostasse que Kakuzu frequentemente insultasse a sua “religião” e o seu “deus”, ele também não se importava muito e sabia que provavelmente teria todo tempo do mundo para tentar “converter” o seu companheiro.

Assim, podemos dizer que como eles não se importavam muito um com outro e simplesmente não podiam se matar, os dois acabaram tendo que conviver dessa forma, frequentemente discutindo ou brigando, mas ainda assim lutando juntos.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime prepara o terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade