Categorias: Anime

Há um detalhe sobre o Androide 16 de Dragon Ball Z que pouquíssimos fãs notaram

Apesar de ter acabado há mais de uma década, Dragon Ball Z ainda possui alguns segredos escondidos, e muitos fãs ainda continuam procurando por eles até hoje.

Recentemente, um código secreto foi encontrado dentro do DNA dos androides do Dr. Gero.

No Reddit, alguns fãs se reuniram para falar sobre um easter egg encontrado pelo usuário Into The Sky. O post fala sobre o episódio 168 do anime Dragon Ball Z, quando Bulma vai procurar o código fonte do Androide 16.

Na maioria das vezes, essas telas animadas possuem apenas escritas ilegíveis ou números em ordens aleatórias, mas parece que o Androide 16 realmente tinha algo em seu código.

Como mostrado na imagem abaixo, o androide foi programado usando BASIC, uma linguagem de programação usada com muita frequência antigamente. Após uma investigação mais a fundo feita pelos fãs, realmente foi provado que o código em BASIC é válido, apesar de não ser capaz de comandar Androides.

Confira o código:

“O que eu achei legal foi que foi usada a linguagem de programação BASIC e, até onde eu posso afirmar, o código é valido! Para mim parece que, baseado nos comentários de retorno e as funções que estão sendo utilizadas, este código em particular é algum tipo de função de visão de máquina de baixo nível que retornaria uma localização normalizada (escalada para o número 1) de um objeto em relação ao objeto observador, que provavelmente seria o Androide 16 neste caso,” explicou um fã.

BASIC foi uma linguagem de programação muito popular durante os anos 70 e 80, e era usada para criar jogos de console e PC na época.

Se Dr. Gero realmente existisse e estivesse tentando criar robôs assassinos, ele com certeza teria usado BASIC. Entretanto, durante os anos 90 (década em que Dragon Ball Z era exibido), BASIC já era uma linguagem considerada simples e meio ultrapassada, o que mostra que Dr. Gero não era o cientista maluco mais atualizado do mundo.

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Atualmente, a história continua no mangá, além do filme Dragon Ball Super: Broly lançado no começo do ano e também de um novo filme que está em estágio inicial de produção pela Toei.

Nesta nova fase, Goku e Vegeta estão enfrentando um inimigo milenar e poderosíssimo: Moro, o consumidor de planetas, uma ameaça que pode muito bem acabar com o Universo 7 num piscar de olhos.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies