Anime

Entenda como o potencial de Hinata foi mal explorado em Naruto

Embora Naruto possa ser considerado um dos pilares do gênero Shonen e tenha influenciado diversas outras obras, a história de Masashi Kishimoto está longe de ser perfeita, e um dos seus maiores pecados ocorreu no desenvolvimento das suas personagens femininas.

Além de Sakura, outra adorada ninja que sofreu bastante com isso foi Hinata, que tinha tudo para dividir o protagonismo da série com Naruto, mas acabou tendo boa parte do seu potencial subaproveitado e a sua história contada de forma bem corrida.

Tendo um background extremamente interessante, Hinata trilhou um caminho de superação tão grande quanto o de Naruto, tendo que enfrentar a rejeição do seu próprio pai e provar para si que ela era capaz de se tornar uma kunoichi poderosa. Mas se olharmos com um pouco mais de cuidado para a cronologia da série, fica bem claro que o potencial de Hinata começou a ser desperdiçado a partir dos eventos do Exame Chunin, quando todo esse seu passado foi exposto e ela obteve esse ímpeto de se tornar mais forte.

A partir daí, o ideal é que a história tirasse um pouco os holofotes do Time 7 e pudesse se focar mais em Hinata, tanto no seu treinamento junto com o Time 8, como na sua relação com Neji, que é justamente um dos pilares para o seu desenvolvimento. Nesse sentido, veríamos de forma mais claro a evolução de Hinata e também seria melhor explorado a problemática das suas famílias do clã Hyuga.

Em vez disso, quando chegamos em Naruto Shippuden, Hinata realmente está mais forte, no entanto, ela continua sendo utilizada basicamente apenas para ser o interesse romântico de Naruto. Finalmente, no arco do Ataque de Pain, a nossa querida ninja assume um papel de destaque ao proteger o seu amado em uma luta que ela sabia que não conseguiria vencer. Mas é importante deixar claro que nem mesmo a relação de Naruto com Hinata foi tão bem trabalhada assim na história, e o peso desse momento está bem mais atrelado ao carinho que os fãs desenvolveram por esse casal.

Posteriormente, temos uma sequência de arco fillers em que o anime realmente tentou preencher essa lacuna de desenvolvimento de Hinata, mostrando missões mais interessantes com o Time 7, o seu treinamento com Neji e explorando outros momentos do seus passado. Assim, quando finalmente chegamos na Quarta Guerra Mundial Ninja, o peso da morte de Neji é sentido pelos fãs e também provoca uma grande mudança em Hinata, mas novamente o seu potencial acaba ficando um pouco ofuscado nesse gigantesco combate que possui diversos outros protagonistas.

Dessa forma, embora o final de Hinata com Naruto tenha agradado muitos fãs, fica evidente que a sua trajetória é marcada por enormes oportunidades desperdiçadas que poderiam ter contribuído tanto para o seu desenvolvimento quanto para a construção do universo da série como um todo.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade