A Nintendo lançou Super Mario Run na semana passada e, como esperado, recebeu acusações de sexismo por causa da temática e dos personagens do jogo.

Como era de se esperar, a maioria das acusações envolvem a Princesa Peach, que em todo jogo da franquia é sequestrada pelo Bowser para ser salva pelo Mario, desde o jogo original lançado para NES em 1985.

Abaixo, vocês conferem algumas das citações que acusam o jogo de sexismo:

  • “É 2016, então por que Super Mario ainda está salvando uma princesa que faz bolos?” – Recode
  • “Super Mario Run é divertido e tudo mais… mas por que Peach deve fazer um bolo para a festa? Não podia ser a DJ ou alguma coisa do gênero?” – Mashable
  • “As retrógradas políticas de gênero do Super Mario Run são desapontantes, até esse tweet me faz sentir um cliché” – New York Times

O que vocês acham disso? Desde o lançamento, Super Mario Run foi baixado mais de 40 milhões de vezes, e já faturou alguns vários milhões de dólares em vendas.


Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/criticalhitscombr/

Gostou? Compartilhe!


Torne-se um patrão do site!

Você sabia que ao tornar-se um patrão do Critical Hits, você ajuda o site a continuar crescendo e ainda ganha vantagens exclusivas como acesso a um design mais clean sem propagandas, Critical Cast 5 dias antes de todo mundo e acesso ao nosso grupo secreto no Facebook/Whatsapp? Torne-se já um patrão você também!

Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?


Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.



  • Eduardo

    Quanto mimimi vei

  • Emerson Moura

    O politicamente correto já é chato, e os caras fazem o negócio ficar mais maçante ainda.
    Pq não vão escrever sobre Allepo? Isso sim merece destaque e deve ser martelado a exaustão.

  • Felipe Ferreira

    Vivemos num mundo onde existem jogos e séries de tv são que fábricas de leite (http://www.urbandictionary.com/define.php?term=milking%20it) pra cultura LGBT e Tumblr. (O que todo mundo gosta por sinal. levaram a Ellie, levaram a Tracer, levaram a porra toda.)
    Mas quando chega UMA princesinha que mantem sua carreira de donzela capturada que cozinha bolo por 35 ANOS num jogo de celular pro pessoal reclamar. Bem top, e bem bait.

  • Murilo

    Foi só o jogo cair nas mãos da grande massa que deu nisso… ?