Que a Nintendo não vem dando tanta atenção a algumas das suas melhores séries, não é novidade para ninguém. O problema é que os fãs destes jogos muitas vezes não aguentam mais a longa espera por novos títulos e a única saída é esperar que uma novidade surja no horizonte. Ou será que não?

Cansados de aguardar por um novo jogo da série Metroid, um grupo de fãs resolveu pôr as mãos na massa e conceber Metroid: Rogue Dawn, uma prequel não oficial que aborda uma aventura de Samus acontecida dois anos antes do primeiro jogo da série.

O game conta com visuais nostálgicos bastante fieis aos jogos do Nintendinho. Na verdade, Metroid: Rogue Dawn é uma ROM hack, sendo, portanto, uma modificação do jogo original e por isso há tantas semelhanças.

E é justamente por tratar-se de uma ROM Hack que o processo para jogar Metroid: Rogue Dawn é um pouco diferente do habitual. É necessário que se carregue o jogo de uma forma específica dentro da ROM original, mas caso você não saiba como fazer, aqui vai um tutorial de como fazê-lo em consoles virtuais do Wii.

Ah, eu nem preciso falar que Metroid: Rogue Dawn provavelmente não ficará muito tempo online após a Nintendo descobrir sua existência, né? Então é bom correr, caso você esteja interessado.


Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/criticalhitscombr/

Gostou? Compartilhe!


Torne-se um patrão do site!

Você sabia que ao tornar-se um patrão do Critical Hits, você ajuda o site a continuar crescendo e ainda ganha vantagens exclusivas como acesso a um design mais clean sem propagandas, Critical Cast 5 dias antes de todo mundo e acesso ao nosso grupo secreto no Facebook/Whatsapp? Torne-se já um patrão você também!

Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?


João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.