League of Legends está prestes a ganhar o seu serviço dedicado de streaming para suplementar plataformas como o Twitch e o Youtube.

O aplicativo vai suportar funções como perfis dos jogadores e vídeo sob-demanda, dando aos espectadores uma “experiência melhorada”. Esse novo serviço é fruto de uma parceria entre a Tencent Holdins, companhia-mãe da Riot Games, e a BAMTech, um spin-off da MLB Advanced Media, que é, em parte, detida pela Disney e pela NHL.

“Nosso objetivo sempre foi transformar League of Legends num esporte global. Nós queremos que o nosso esporte caminhe com as próprias pernas e nós achamos que esse negócio vai nos ajudar a chegar lá”, disse o diretor de eSports da Riot, Jarred Kennedy ao Wall Street Journal.

Dessa forma, League of Legends funcionará através dessa plataforma até pelo menos 2023, e vai render à BAMTech um mínimo de 300 milhões de dólares.

O que vocês acharam dessa? Preparem-se para ter que acompanhar os campeonatos de Lol nessa nova plataforma.

Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/criticalhitscombr/

Torne-se um patrão do site!

Você sabia que ao tornar-se um patrão do Critical Hits, você ajuda o site a continuar crescendo e ainda ganha vantagens exclusivas como acesso a um design mais clean sem propagandas, Critical Cast 5 dias antes de todo mundo e acesso ao nosso grupo secreto no Facebook/Whatsapp? Torne-se já um patrão você também!

Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?


Gostou? Compartilhe!


Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.